Browse By

Diário Eletrônico revela à Seduc e ao MEC vida escolar de alunos e professores

De Chupinguaia, a 659 quilômetros de Porto Velho, às escolas da Capital, o portal Diário Eletrônico consolida em tempo real a construção de um banco de dados que, há três anos, atende ao Governo de Rondônia e ao Inep, do MEC.
Em 2016, o programa revela a situação de 181.526 alunos em 306 escolas. Prevê-se que ele alcance até 2017 o total de 441 escolas cadastradas, inclusive em terras indígenas.
“É um produto nosso, que atende tanto o aluno quanto a equipe pedagógica, fortalecendo a transparência defendida pelo governador Confúcio Moura”, diz Lia Linhares, responsável pelo treinamento de equipes pedagógicas em Porto Velho e no interior do Estado.
Elas se distinguem pela formação de multiplicadores nas CREs. Cada coordenador pedagógico é treinado para ensinar outros funcionários a alimentar o sistema.
Pelo programa, Seduc e Inep dispõem de dados da escola (com localização exata pelo Google); dados do aluno (notas e frequência); dados completos do professor e dados dos servidores de apoio.
O programa governamental de Infovias (internet em alta velocidade) tornou-se possível depois da contratação de serviços de reparo e manutenção do anel de fibra óptica em Porto Velho.
No ano passado, Rondônia passou a usar conexão de fibra óptica da Telebras com velocidade de tráfego de 1 Gigabit, aumentando a transmissão de dados com o restante do Brasil e com o mundo.

Informação

O Diário Eletrônico funciona na Coordenação de Tecnologia, Informação e Comunicação (CTIC) da Seduc, no 1º andar do Edifício Guaporé (Complexo Rio Madeira), no Bairro Pedrinhas.
Gerido por uma equipe de seis funcionários, ele abrange também escolas distritais e rurais e serve ainda à mediação tecnológica, que chega às terras indígenas.

Deixe uma resposta