Browse By

Seagri orienta produtores para o período de aplicação do calcário em suas terras

O momento ideal de aplicação do calcário é três meses antes do início do plantio das culturas anuais. A neutralização da acidez do solo em áreas de produção agropecuária de base familiar é importante porque este insumo básico, à fertilidade do solo, gera aumento de produtividade das culturas e, consequentemente, eleva os ganhos dos pequenos agricultores. Foi o que disse o técnico agrícola da Seagri, Francisco Anithoan.
O agronegócio em Rondônia, segundo ele, é fundamental para a economia do estado, e está concentrado na base familiar, que hoje representa mais de 80% de tudo que se produz no campo.

Coordenadora

Francisco Anithoan informou que Companhia de Mineração de Rondônia (CMR), signatária da mina; e a Seagri, coordenadora do programa Mais Calcário, estão entregado 52 mil toneladas, mil para cada município rondonienses, para atender exclusivamente aos pequenos agricultores familiares.
Rondônia produz em grande quantidade gado de corte, soja, café, cacau e peixe (maior produtor nacional de peixe nativo em cativeiro), além de frutas e hortifrutigranjeiros. As áreas com maior produção no Estado as regiões Norte (gado, arroz, peixe e hortaliças), Sul (soja, gado e milho), Vale do Jamari (café, peixe e arroz), Central (cacau e café) e Zona da Mata (café,feijão, gado e hortaliças).

Nutrientes

Muitos outros produtos compõem o agronegócio do Estado, como a mandioca e a banana. Todas estas culturas e criações necessitam do calcário, corretivo de solo mais eficaz, para depois receber os nutrientes específicos como adubos orgânicos e inorgânicos.
“Temos calcário, e o atendimento à agricultura familiar é o nosso objetivo principal. Por isso conclamamos os parceiros (prefeituras) e agricultores para iniciarem a calagem dos seus solos, antes da chegada do período chuvoso que começa em outubro”, reforçou o titular da Seagri, Evandro Padovani.

Deixe uma resposta