Browse By

Cães são usados em atividades com idosos em Casa de Apoio

Desde 2003 funcionando em Cacoal, a Casa de Acolhida São Camilo ganhou uma novidade neste ano: a Cão Terapia. O projeto desenvolvido pelo 4º Batalhão da PM consiste na intervenção assistida por animais, ou seja, utilizar os animais para interagirem com pacientes ou pessoas em vulnerabilidade, contribuindo assim com seu tratamento.
No caso da São Camilo, que abriga hoje 76 idosos, sendo 14 mulheres e 62 homens, os cães são utilizados para motivar os idosos na prática de atividades físicas, bem como, promover a interação com os animais, propiciando um momento de lazer e aconchego.
Os cães utilizados no projeto são todos do canil da PM de Cacoal. O 4º BPM conta com 18 cães das raças rotweiler, pastor alemão, pastor malenois, labrador e border collie, que são treinados por oito policiais adestradores. Enquanto as três primeiras raças são usadas para a guarda e operações de choque, os labradores e os border collie são utilizados para a busca de drogas e apresentações da PM.
No projeto Cão Terapia, as raças labrador e border collie poderão ser utilizadas, mas neste início do projeto, são os border collie Raio e Dana que estão fazendo a alegria dos idosos.

Visíveis

A Cão Terapia tem sido realizada na Casa de Acolhida São Camilo há um mês, e os resultados já são visíveis. Conforme explicou a fisioterapeuta da casa, os idosos têm se sentido motivados a fazer as atividades propostas. “A cão terapia tem sido muito boa, e estamos tendo resultados. Os cães têm incentivado os moradores nos alongamentos e atividades físicas. Antes, muitos se recusavam a fazer, mas agora, com os cães, a maioria se anima a fazer também”, garantiu Joelma.
De acordo com o comandante do 4º BPM, tenente coronel Paulo Sityá, além dos cães, os policiais têm se destacado no projeto. “Temos policiais formados em educação física, por exemplo, que estão contribuindo com as atividades físicas propostas aos idosos”, completou.
A iniciativa do 4º BPM contou com o apoio da empresa Nutrizon, especializada em nutrição animal, que ajudou a subsidiar custos para a implantação do projeto. O 4º BPM também pretende estender o projeto para o Hospital do Câncer São Daniel Comboni, Hospital Regional de Cacoal e Centro de Reabilitação Neurológica Infantil de Cacoal (Cernic).

Deixe uma resposta