Browse By

Oficina móvel do Centro de Reabilitação de Rondônia vai atender 200 pacientes por mês gratuitamente

Levar atendimento a pacientes que estão distantes de Porto Velho, e que não têm condições de buscar outros centros de saúde. Esta é uma das metas da oficina ortopédica móvel de próteses e órteses, que será implantada a partir de agosto pelo Centro de Reabilitação de Rondônia (Cero), referência no Estado na reabilitação de pacientes. A expectativa é que pelo menos 200 pacientes sejam atendidos, inicialmente, a cada mês.
O serviço, oferecido pelo governo de Rondônia, será realizado em parceria com o Hospital Santa Marcelina, que já atende a pacientes do SUS, em convênio com a Sesau.
A oficina móvel está sendo montada em um caminhão de médio porte, e irá abrigar equipamentos, técnicos, além dos produtos necessários para a confecção das próteses que vão ajudar na locomoção e acessibilidade de pacientes com deficiência física, conforme explicou Yargo Machado, diretor-geral do Cero.
O Centro de Reabilitação foi criado e implantado pelo governo estadual em outubro de 2014, e desde então já atendeu a mais de 60 mil pessoas, segundo dados do setor estatísticas da Sesau.

Inclusão social

Localizado na zona Leste de Porto Velho, área com o maio número de bairros, o Cero presta atendimento básico e específico de saúde para pessoas que necessitam, por meio da promoção, prevenção, reabilitação e principalmente a inclusão social, numa estrutura organizada de assistência a atenção integral a saúde fortalecida pelo ideário do SUS.
De acordo com Yargo Machado, a implantação da oficina móvel de próteses órteses vai ampliar o atendimento oferecido pelo estado, já que governo de Rondônia ainda não possui este serviço em caráter exclusivo como Centro de Reabilitação e Oficina Ortopédica.

Fluxo

A necessidade de implantação destas ações nos serviços de saúde acontece em virtude do aumento do fluxo populacional, motivados pelos empreendimentos de construção e instalação das usinas hidrelétricas instaladas no Rio Madeira, em Porto Velho.

Deixe uma resposta