Browse By

Acordo visa fortalecer segurança nos Estados participantes

A quarta reunião do Consórcio Brasil Central, realizada no município de Bonito (MS), foi concluída com acordos para integração interestadual na área de segurança pública e para a melhorar o ensino fundamental, entre outras deliberações. O bloco, do qual Rondônia faz parte, reúne ainda os estados de Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.
O Pacto Interestadual de Segurança Pública Integrada estabelece o compromisso de integração nas ações e planejamentos entre as forças de segurança dos estados, inclusive nas áreas de inteligência e análise criminal.
O acordo é um desejo dos governadores pois, além da integração das ações, oferece soluções comuns para problemas como roubo de cargas, assalto a bancos, tráfico de armas e de drogas, e a ação de facções criminosas. A extensão das fronteiras dos estados componentes do bloco tornam praticamente inviável a gestão de segurança estado por estado.

Capacitação

Na área de educação, os governadores do fórum firmaram acordo de cooperação com a Fundação Itaú, que vai capacitar profissionais da Educação com a finalidade de melhorar aprendizagem de alunos.
O modelo apresentado pela fundação interessa ao governador Confúcio Moura, de Rondônia, que defende a melhoria da proficiência em Língua Portuguesa e Matemática. O sistema utiliza tablets com atividades para os estudantes e acompanhamento da aprendizagem.

Tablets

O uso de tablets já existe em Rondônia. Ele possibilita mais autonomia aos estudantes e professores, o que resulta em benefícios no processo educacional.
A relevância das Parcerias Público-Privadas (PPPs) como alternativa para o desenvolvimento através dos projetos de infraestrutura também foi discutido pelos governadores.
Outra pauta tratada no encontro foi a viabilidade do apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) em obras estratégicas dos governos.
Confúcio Moura considera fundamental que os estados busquem soluções para os seus problemas observando as características de cada um. Ele também avalia como inovador o sistema de postulações feitas em conjunto como forma de equiparar forças com estados com maior poder de articulação.

Bloco

Neste ano, o Fórum de Governadores já aconteceu em Goiânia, Cuiabá e Palmas. A formação do bloco propicia aos estados participantes a busca de soluções para as demandas comuns, ao mesmo tempo em que oferece alternativas às que são formuladas apenas pelo governo central.
O mecanismo vem apresentado resultados positivos e inspirou a formação de outro bloco, envolvendo estados do Nordeste.

Deixe uma resposta