Browse By

Escoamento da produção local é beneficiado com ponte

A ponte de concreto construída pelo governo estadual, no rio Jaru, teve o acesso liberado para o tráfego de veículos na última sexta-feira, dia 19, quando foi concluído o aterro da cabeceira, que interliga os municípios de Jaru, Machadinho do Oeste, Vale do Anari, Theobroma e Ouro Preto do Oeste, numa extensão de 121 metros, na RO-133.
Antes da construção da ponte, os moradores da região tinham muitas dificuldades para atravessar o rio, utilizando embarcações pequenas para fazer a travessia e carregando, inclusive, bicicletas e motocicletas.
De acordo com o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), Ezequiel Neiva, a ponte beneficia diretamente cerca de 130 mil habitantes.
A ponte sobre o rio Jaru foi construída com o objetivo de dar suporte ao homem do campo, em especial ao escoamento da produção leiteira na região, um dos pilares da economia desses municípios.

Estratégicos

Outras pontes de concreto foram construídas em locais estratégicos para o escoamento da produção de pequenos e grandes produtores. Uma com 145 metros na RO-391, em Chupinguaia e outra na RO-205 sobre o rio Machadinho, em Machadinho. Outras grandes plataformas de concreto serão lançadas ainda neste ano pelo governador Confúcio Moura, sendo uma na BR-421, saída de Ariquemes para Campo Novo; e a outra na RO-135, na saída de Ji-Paraná para o distrito de Nova Londrina.

Deixe uma resposta