Browse By

Artista plástica usa internet como ferramenta para produzir peças

“Você pode usar a internet para aprimorar seu conhecimento. Participar de cursos ou buscar trabalhos que vão fazer você ter motivação para produzir. Mas também deve ter o contato presencial para iniciar com a arte”, fala Magali Queiroz, artista plástica, que tem trabalho exposto na Casa de Cultura Ivan Marrocos até o dia 1 de novembro (terça-feira).
Essa é a quinta exposição que Magali faz. Com trabalho exposto na Justiça Federal, Ministério Público do Estado de Rondônia, na Casa de Cultura Ivan Marrocos e Faculdade Católica de Rondônia, Magali volta a expor na galeria Afonso Ligório.
Magali atualmente produz obras voltadas para o portrait, trabalho desenvolvidos para perfis e retratos.
Sem muita oportunidade de cursos presenciais, Magali viu na internet uma forma de alimentar seu trabalho. “Andando Pelas Ruas de Paris”, foi produzida com imagens pesquisadas na internet.
“O trabalho vai trazer imagens de como é a vida em Paris, mas também vai retratar Londres, Itália e Estados Unidos”, fala Magali. Quando indagada se conhece alguns desses países, Magali diz que todo o trabalho foi desenvolvido com ajuda da rede.

Enaltecer

Segundo a artista, a exposição mostrará as cores e as belezas das pessoas. O trabalho deve enaltecer o vivência que é o nosso mundo. Para Magali, o contato com a internet é bom para adquirir conhecimento, mas é fundamental que artistas que pretendem seguir área artística, devem buscar o contato presencial e depois buscar outras formas para inspiração de trabalho.
Com curadoria de Margot Paiva, Porto Velho pode prestigiar Paris por um olhar da artista e ainda conhecer os trabalhos, abstracionistas, impressionista e portrait. A exposição “Andando Pelas Ruas de Paris” vai até a próxima terça-feira (1º) na Galeria Afonso Ligório, na Casa de Cultura Ivan Marrocos.

Deixe uma resposta