Browse By

Ribeirinhos afetados pela cheia do rio Madeira continuam assistidos

A prefeitura de Porto Velho continua dando assistência às famílias ribeirinhas que foram afetadas pela enchente histórica do Rio Madeira em 2014.

O principal problema ainda é a falta de água potável, devido à contaminação dos lençóis freáticos. A distribuição do “líquido precioso” fica por conta da Secretaria Municipal de Projetos Especiais e Defesa Civil (Sempedec).

De acordo com o secretário Vicente Bessa, na última entrega ocorrida recentemente, foram distribuídos cerca de 50 mil litros de água mineral para todas as comunidades impactadas ao longo do baixo Madeira. E

ntre os beneficiados, ele cita as localidades de Mutuns, Boa Fé, São Miguel, Maravilha, São Sebastião, Cujubim e os distritos de São Carlos, Nazaré e Calama, dentre outras.

Monitoramento

Paralelo ao trabalho de distribuição de água, a Sempedec realiza o monitoramento do nível do rio, que está subindo cerca de um metro por semana. “Também estamos monitorando o desbarrancamento que acontece em várias comunidades ao longo da região ribeirinha com objetivo de socorrer as famílias que estiverem em situação de risco”, declarou Bessa.

Estrutura

O secretário também informa que a gestão do prefeito Mauro Nazif sempre deu uma atenção especial aos moradores do baixo Madeira. Diversas medidas foram adotadas pela estrutura municipal para minimizar o sofrimento das famílias pelas perdas que sofreram.

Deixe uma resposta