Browse By

CPLO analisa propostas para construção da ponte sobre o rio Urupá, em Ji-Paraná, informa Laerte

O deputado Laerte Gomes (PSDB) informou nesta sexta que mais um importante passo foi dado na licitação para construção da ponte sobre o rio Urupá, em Ji-Paraná. As propostas foram recebidas pela Comissão Permanente de Licitações de Obras (CPLO), sendo que uma das empresas foi inabilitada.

Serão analisadas as propostas da Construtora Ferreira Ltda, Vereda Engenharia Ltda, Técnica Rondônia de Obras Ltda, Comércio e Indústria Brasileira de Estruturas Pré Moldadas Ltda e Atrativa Engenharia Ltda. O prazo para apresentação de recursos encerra no próximo dia 2.

Laerte, que é líder do governo na Assembleia Legislativa, disse que continuará acompanhando o processo licitatório, para que não seja interrompido.

Essencial

“A obra é essencial para a consolidação do Terceiro Distrito de Ji-Paraná, onde existem faculdades e diversos condomínios. O empreendimento é importante para o crescimento da cidade, por isso deve ser concluído com celeridade”, destacou o parlamentar.

O deputado adiantou que, nos horários de pico, forma-se engarrafamento na ponte existente no local, de mão única. “É muito grande o número de acadêmicos, e também de moradores do Terceiro Distrito”, acrescentou.

A nova ponte terá 150m de extensão por 11,2 de largura, e está orçada em R$ 7 milhões, valor que deverá ser reduzido de acordo com as propostas apresentadas pelas empresas. Desse total, R$ 5 milhões foram assegurados no Orçamento do Estado pelo deputado Laerte Gomes, através de emenda.

“É bom lembrar que não se trata de duplicação da ponte já existente. A nova ficará ao lado da que já existe que poderá ser utilizada como passarela”, esclareceu Laerte Gomes.

Ele citou que a ponte atual cumpria sua finalidade quando foi construída, porque o movimento para o Terceiro Distrito não era intenso como é agora.

“Ji-Paraná está crescendo e precisa de mais estrutura. O governo do Estado está dando uma importante parcela de colaboração para que isso aconteça”, completou Laerte.

Deixe uma resposta