Browse By

Núcleo de Operações Aéreas comemora sete anos com substituição de aeronave

O Núcleo de Operações Aéreas (Noa) da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec,) substituiu, nesta quinta-feira (15), o helicóptero modelo AS350B2 (Esquilo) por outro do mesmo modelo e mais moderno. A aeronave será utilizada em operações de Segurança. A troca foi necessária por força de contrato que prevê a utilização do helicóptero por no máximo 15 anos. O evento aconteceu no hangar do governo do Estado no aeroporto Jorge Teixeira.

Segundo o major PM Lopes, Chefe do Noa, em 2015 e 2016, foram mais de 380 operações, dentre as quais: Missões diversas executadas no Interior do Estado; Apoio a Órgãos, Federal e Estadual; Operações e vários tipos de Ocorrências; Pessoas detidas; Apreensões de Armas; Apreensões de Veículos; Aeromédico e Resgate.

Paralisadas

A Aviação de Segurança Pública em Rondônia teve suas atividades iniciadas em 1997, com o Comando de Policiamento Aéreo da PMRO. Teve as atividades paralisadas até 2009, quando retomou ou as ações com o Núcleo de Aviação de Segurança Pública, onde as corporações das Polícias Civil, militar e corpo de bombeiros operavam de forma integrada. O nome foi modificado para Núcleo de Operações Aéreas, em 2012, quando passou a ser uma unidade aérea policial. A finalidade é realizar atividades de aviação de Segurança, quando solicitado, ou por iniciativa própria. O emprego, em outro Estado da Federação, depende da natureza da situação ou se determinado pelo governo do Estado.

A cheia histórica do Rio Madeira, 2014, segundo o chefe do Noa major PM, Carlos Lopes Silva, foi o que mais marcou as atividades do NOA, que teve que se desdobrar com missão de fotografia e levantamento de áreas alagadas. “Ao pousar em um povoado próximo a Nova Mamoré, totalmente isolado pelas águas, a bordo Falcão 01, fui abordado por uma senhora que me disse: ‘Foi Deus que mandou vocês aqui, vocês vieram do céu’. Contou Lopes. “aquelas pessoas precisavam de ajuda e nós, mesmo com as nossas limitações, estávamos naquele lugar para ajudar”, lembrou o oficial.

Qualidade dos serviços

Durante o evento, o secretário de segurança Lioberto Caetano ressaltou a finalidade das atividades de Aviação de Segurança Pública no Estado de Rondônia. Ele destacou a importância e necessidade das ações as atividades do núcleo. “Se não tivéssemos as atividades de Aviação de Segurança Pública, dificilmente conseguiríamos obter êxito melhoria da qualidade dos serviços prestados pela Polícia Militar, Polícia Civil e outros órgãos afins”.

Para cumprir sua missão, o Noa deverá operar suas aeronaves, cumprindo os requisitos de aeronavegabilidade, registro, manutenção, identificação, habilitação da tripulação e demais exigências, tudo de acordo com as normas da Agência Nacional de Aviação Civil – Anarc.

Deixe uma resposta