Browse By

Maurão prestigia inauguração de quadra da Associação Kanindé

Em plena manhã de domingo chuvoso, o presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), se deslocou 12 km após o asfalto na Estrada da Areia Branca, em Porto Velho, até as instalações da Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé, entidade que trabalha com a promoção da defesa dos povos indígenas e do desenvolvimento sustentável, com ênfase na harmonia do homem com a natureza.

A convite do professor e técnico de basquete, Pedrão Amorim, homenageado pela Kanindé com seu nome no ginásio poliesportivo inaugurado neste domingo (18), Maurão participou da simples e emocionante solenidade, além de percorrer parte das instalações, conversar com diretores da entidade e se reunir com lideranças indígenas de Rondônia.

 

Basquete inclusivo

 

A inauguração da quadra coberta, que leva o nome de Pedrão Amorim, em reconhecimento ao seu trabalho com o basquete em Rondônia e o seu pioneirismo em abrir as portas para a participação de indígenas em seus times, reuniu professores, alunos de escolas públicas e privadas da capital, além de indígenas de diversas etnias de Rondônia, Mato Grosso e Amazonas.

“Conheço o trabalho incansável do Pedrão, que dedica a sua vida ao basquete, estimulando as crianças e jovens na pratica desportiva. Uma merecida homenagem, em vida, a quem muito contribuiu e contribui com a modalidade em Rondônia”, destacou Maurão.

O ginásio fica em meio à floresta, com sua cobertura se misturando às árvores. “Tenho muito carinho pelos indígenas, que representam a essência do povo brasileiro. Conduzi a tocha olímpica e aquele foi um momento emocionante. Mas, este momento vivencio uma emoção intensa e diferente, estou muito feliz e agradecido pela homenagem”, disse Pedrão, emocionado.

Uma exposição com fotos, recortes de jornal, troféus, medalhas e outras recordações da trajetória do homenageado, é realizada em um museu nas dependências da associação.

O cacique Welington Gavião ressaltou que os povos indígenas ainda sofrem preconceito da sociedade, mas que a integração precisa ser fortalecida. “O trabalho do Pedrão, proporcionando que indígenas pratiquem basquete, por seu pioneirismo e importância, merece o nosso reconhecimento”, pontuou.

 

Lideranças indígenas

 

Em seguida, Maurão percorreu alguns blocos que compõem a entidade e se reuniu com lideranças indígenas de Rondônia, que estavam presentes a um encontro, que segue até a próxima quarta-feira (21).

Ivaneide Bandeira, coordenadora da Kanindé, reforçou que a entidade tem trabalhado para oferecer um espaço adequado aos povos da floresta, além de atuado em defesa da garantia dos direitos, que estão sendo, segundo ela, ameaçados.

“É preciso a garantia dos territórios, pois temos enfrentado invasões de madeireiros e outros elementos em áreas indígenas; além de direitos sociais. Rondônia precisa avançar mais, pois não podemos baixar a guarda”, ressaltou.

Welington Gavião denunciou que áreas das Terras Indígenas das etnias Uru-eu-wau-wau e Karipunas, sofrem seguidas invasões de madeireiros. “É uma situação preocupante e é preciso aumentar a fiscalização dessas áreas, para evitar conflitos e prejuízos aos povos indígenas e ao meio ambiente”, observou.

Ao final, Maurão se colocou à disposição para debater assuntos de interesse da comunidade indígena e se mostrou surpreso com a estrutura que a Kanindé dispõe, acenando com a possibilidade de poder contribuir com a entidade.

Deixe uma resposta