Browse By

Referencial Curricular disponibilizado à população no portal da prefeitura

Já está disponível para consulta popular o Referencial Curricular do Ensino Fundamental do município de Porto Velho. O documento consiste oito cadernos construídos a partir da necessidade da elaboração de parâmetros que orientem o planejamento, a execução e a avaliação de propostas pedagógicas e curriculares das escolas.

Iniciado em 2014, o referencial foi elaborado em parceria com a Universidade Federal de Rondônia, por meio de inúmeros estudos para se chegar a um currículo pensando nas competências e habilidades que pudessem ser desenvolvidas junco com os alunos, para o exercício de uma cidadania plena de forma reflexiva e crítica

O trabalho é resultado de um processo de discussão feito pelos próprios professores da rede municipal de ensino, técnicos da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e representantes do Departamento de Ciências da Educação, da Unir. O documento foi concluído em novembro deste ano.

A iniciativa visa evidenciar o processo de aprendizagem do aluno, promovendo seu sucesso, fazendo a escola tomar para si a tarefa de mobilizar os sujeitos e os espaços, a fim de garantir a aprendizagem de todos. A proposta política e educacional está em sintonia com as leis e diretrizes que regem a educação nacional, por meio do Ministério da Educação.

De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), os currículos de Ensino Fundamental devem ter uma base nacional comum a ser complementada em cada sistema de ensino e estabelecimento escolar, por uma parte diversificada, exigidas pelas características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da clientela.

O referencial visa ainda atender aos desafios que impõe a prática pedagógica dos professores, onde é preciso olhar de perto a escola, seus sujeitos, suas complexidades, rotinas e fazer as indagações sobre suas condições concretas, sua história, seu retorno e sua organização voltada à regionalidade, sem esquecer a visão de mundo para o aluno.

O documento permitirá também a execução de um processo de ensino/aprendizagem eficaz, onde seja real a produção comum do saber, da liberdade e do diálogo, sem esboçar um ambiente autoritário, silenciador da voz dos envolvidos no contexto educativo, onde almeja-se a diversidade, a fim de proporcionar à rede municipal a excelência na qualidade do ensino.

Deixe uma resposta