Browse By

Ji-Paraná mantém pontes trafegáveis apesar das chuvas

Manter estradas, bueiros e pontes em condições de trafegabilidade nesta época do ano, está sendo uma das prioridades da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), da prefeitura de Ji-Paraná, que desde inicio de janeiro está com duas frentes de trabalho recuperando os locais danificados. Somente esta semana, três vias de importante acesso que apresentavam problemas, receberam o serviço de manutenção.

De acordo com o Secretário de Obras, Milton Félix o primeiro trabalho foi realizado na ponte sobre o rio 22, região do setor Riachuelo, onde uma viga com as agulhas tiveram que ser trocadas, em caráter de urgência. O trabalho foi realizado em parceria com o Departamento Estadual de Estradas e Rodagens (DER), residência de Ji-Paraná.

Cabeceiras

Já na última segunda-feira (16), outra ponte, desta vez na Linha 207, apresentou defeito semelhante, e novamente a equipe da Semosp entrou em ação, fazendo a troca de uma viga longarina. Já o problema da terceira ponte, na 102, foi constatado que uma das cabeceiras cedeu, sendo necessário o encaminhamento da equipe com maquinário. O trabalho foi concluído na última terça-feira, 17.

Ano letivo

“A determinação do prefeito, Jesulado Pires é que todas as pontes, especialmente, as que estão em vias de acessos para as escolas rurais, esteja bem conservadas até o inicio do ano letivo”, declarou Milton Félix.

Limpeza – Além dos trabalhos de manutenção de estradas, pontes e bueiros nos dois setores (urbano e rural), a Semosp também continua com os serviços de limpeza em vários pontos da cidade, além da operação tapa buracos.

Esta semana, o serviço teve continuidade na avenida Marechal Rondon, e logo, chegará em outra avenida, a Monte Castelo. Já a limpeza esteve na segunda e terça-feira, no bairro Aurélio Bernardi (primeiro distrito) mais precisamente na região do SESI, quartel da Polícia Militar e na Ciretran do Detran. O serviço de limpeza também chega em todas as áreas externas das escolas e creches municipais.

Deixe uma resposta