Browse By

Corintianos marcam, mas Brasil vacila e estreia na fase final com empate contra o Equador

A seleção brasileira estreou na fase final do Sul-Americano sub-20 na madrugada de segunda para terça-feira. No Estádio Atahualpa, o time comandado pelo técnico Rogério Micale chegou a abrir 2 a 0 de vantagem, mas vacilou e acabou cedendo o empate em 2 a 2 ao Equador.

Com o empate, Brasil e Equador marcam seus primeiros pontos no hexagonal decisivo do torneio continental. Em mais dois jogos iniciados na segunda-feira, o líder Uruguai bateu a Argentina por 3 a 0 e a Colômbia empatou com a Venezuela por 1 a 1. O torneio classifica os quatro primeiros para o Mundial sub-20, a ser disputado na Coreia do Sul.

Às 21h15 (de Brasília) da próxima quinta-feira, na tentativa de impedir o líder de disparar, a seleção brasileira enfrenta o Uruguai. Na sequência, o Equador tenta a recuperação diante da Venezuela. Os dois jogos serão realizados no Estádio Atahualpa.

O jogo

Após sofrer uma bola na trave logo nos primeiros instantes de partida, a seleção inaugurou o marcador aos 14 minutos de jogo. Em uma jogada na entrada da grande área, David Neres limpou a marcação e bateu para defesa de Cevallos. No rebote, o corintiano Guilherme Arana completou para a rede.

O time dirigido por Rogério Micale soube aproveitar o momento favorável e ampliou a vantagem aos 24 minutos do primeiro tempo. Desta vez pelo lado direito do campo de ataque, Matheus Sávio cruzou para o meio da área e Maycon, mais um corintiano, finalizou com sucesso.

O Equador conseguiu diminuir a vantagem brasileira aos 24 minutos da etapa complementar. Em uma saída precipitada, o goleiro Caíque cometeu pênalti grosseiro em Lino, já perto da linha de fundo. Na cobrança, Jaramillo converteu para o time da casa.

Aos 31 minutos do segundo tempo, pouco depois de Rogério Micale trocar David Neres por Douglas Luiz, o Equador chegou ao empate em nova cobrança de pênalti, cometido por Gabriel sobre o mesmo Lino. Com uma cobrança precisa, Estupiñan marcou o segundo do time da casa.

Após sofrer o empate, Rogério Micale, atual campeão olímpico, promoveu a entrada do corintiano Léo Jabá no lugar de Richarlison. A seleção brasileira, apática, não conseguiu retomar a liderança no placar e acabou estrando com empate no hexagonal final do Sul-Americano. Fonte: ESPN

Deixe uma resposta