Browse By

Garantida a modernização de aeroportos regionais no Estado

Os aeroportos estaduais localizados nos municípios de Cacoal (Capital do Café); Ji-Paraná (José Coleto) e de Ariquemes, estão garantidos na primeira etapa do planejamento do governo federal que prevê a modernização dos aeroportos regionais em todo o país. Estes aeródromos estão entre os 50 projetos prontos para serem iniciados em todo o Brasil, com recursos já assegurados.

Nos três aeroportos de Rondônia o governo federal investirá mais de R$ 50 milhões, além da contrapartida do governo estadual. A previsão é que os projetos sejam iniciados no segundo semestre deste ano. As obras passam por construções e ampliações de terminais de passageiros, instalações do Sistema de Auxílio à Navegação Aérea e ampliação de pista de pouso e decolagem.

Os investimentos foram oficializados pelo secretário nacional de Aviação Civil (SAC), Dario Lopes, em vistoria aos aeroportos rondonienses na última quinta e sexta-feira (23 e 24). Acompanhado do diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), Ezequiel Neiva, o secretário da SAC realizou inspeções e reuniões nos três aeroportos, e concedeu coletiva à imprensa para detalhar os investimentos em cada localidade, e todas as suas condicionantes. Dario Lopes explicou que os voos não serão paralisados por causa das obras.

Cacoal

O aeródromo Capital do Café receberá a ampliação do terminal de passageiros e a instalação do Sistema de Auxílio à Navegação Aérea. Os investimentos no local serão na ordem de quase R$ 10 milhões. O coordenador de infraestrutura aeroportuária do DER, engenheiro Humberto Fayal, explica que o projeto duplicará a capacidade do terminal de passageiros e que o aeroporto de Cacoal poderá operar mesmo sem visibilidade aérea, após a instalação dos aparelhos de auxílio à navegação.

Ji-Paraná

O aeroporto da região do estado terá a construção de um novo terminal de passageiros, com projeto modelo para todo o país, com investimento de R$ 11 milhões. Outra proposta para o aeródromo é a ampliação da pista de pouso e decolagem, de 1.800 metros de extensão para 2.100m, mantendo a largura de 45 metros, chegando às mesmas dimensões da pista de Cacoal. Porém, por problemas que envolvem desapropriações nos arredores do aeródromo, os investimentos na pista de pouso e decolagem devem ficar para a segunda etapa do planejamento de modernização dos aeroportos regionais.

Ariquemes

No aeroporto de Ariquemes será construído um terminal de passageiros e ampliada a pista de pouso e decolagem, de 1.300 metros de extensão para 1.500m. A largura passará de 18 metros para 30m. Com a mudança o aeródromo poderá receber aeronaves do tipo ATR 42, com capacidade para até 50 passageiros. São previstos cerca de R$ 30 milhões de investimentos.

Investimento

A atual pista foi recapeada como asfalto usinado. As obras foram executadas com maquinário e servidores próprios do DER. Nos próximos dias uma empresa contratada pelo governo iniciará a instalação do balizamento noturno (iluminação), permitindo voos noturnos. O DER também iniciará nas próximas semanas a construção da sede administrativa do aeródromo, que já recebeu a cerca patrimonial executada pelo governo.

One thought on “Garantida a modernização de aeroportos regionais no Estado”

  1. Claudio Lemes Louzada says:

    Boa notícia, mas será de pouca valia a extensão de pista proposta para Ariquemes. A cidade merece uma pista de pouso maior, no mínimo de 1.650m de comprimento e resistência do piso para 33 toneladas ou mais. CACOAL tem pista de 2.100 x 45m e Ji-PARANÁ de 1.800 x 45m, ambas com resistência para 50 toneladas aproximadamente. Pergunto, porque construir em ARIQUEMES somente 1.500m de pista? Aeroporto moderno e atual tem pista mínima de 1.650 x 30m!!! O ideal também é manter a largura de 45m como em Cacoal e Ji-Paraná. Não podemos construir pistas para o hoje. O hoje, já é passado! Saudações,

Deixe uma resposta