Browse By

Agricultura conclui aquisição de feijão que será destinado a escolas e entidades

A Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri) concluiu nesta semana a aquisição de mais vinte e cinco toneladas de feijão de produtores familiares da região de Alto Alegre dos Parecis, que serão destinados a escolas, creches, hospitais e demais entidades que trabalham com famílias em vulnerabilidade social.

A aquisição de feijão faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), que tem como objetivo fortalecer e ampliar a renda dos produtores familiares e, além disso, promover a melhoria das condições de vida das famílias que estejam em situação de risco alimentar.

A coordenadora do PAA na Seagri, Renata Esteves da Costa, acompanhou os procedimentos de compra e entrega do feijão adquirido dos produtores rurais do Assentamento Che Guevara, junto à equipe da Emater de Alto Alegre, que vistoria a pesagem e toda a documentação necessária para a formalização da compra do produto.

O feijão foi recebido limpo e ensacado para ser destinado aos municípios de Ariquemes, Cacoal, Ji-Paraná, Rolim de Moura, Alto Alegre e Porto Velho.

Mão na roda

Para a agricultora Marli Rosa de Souza, 54 anos, residente na Linha P-30, km 2,5, do Assentamento Che Guevara, “é uma mão na roda vender para o PAA”. Ela diz que já viveu na cidade e sentiu que tinha de ter um lugar para parar. Marli, que produz sozinha em seu lote, vendeu nove sacas de feijão. “Essa renda ajuda muito”, afirma ela, que também já vendeu banana, abóbora, banana da terra, e demais produtos que tem na lavoura. “Se não for esse programa, perdemos os produtos que não têm venda”, lamenta.

Os agricultores também estavam satisfeitos com o preço de venda do feijão e se mobilizavam para colocar em dia a documentação necessária para a comercialização. No PAA cada produtor pode comercializar uma cota anual de até R$6,5 mil.

Deixe uma resposta