Browse By

Concurso é destaque na 4ª Festa da Mandioca do Riacho Azul, em Porto Velho

A Festa da Mandioca, realizada no último dia 6, no Projeto de Reassentamento Riacho Azul, reuniu aproximadamente 250 produtores rurais para comemorar a cultura de maior subsistência da região. Cultivada para a produção de farinha, é muito raro encontrar uma propriedade que não tenha um cantinho reservado para cultivo do tubérculo. O evento, que chaga a sua quarta edição, já integra as tradições locais e tem atraído produtores para mostrar as suas habilidades com o manejo e manipulação do produto.

O Projeto de Reassentamento Riacho Azul, instalado na margem esquerda do Rio Madeira, cerca de 20 quilômetros de Porto Velho, foi criado em 2012 para assentar os moradores do entorno da usina Santo Antônio. Assistidos pela Emater-RO na implantação de cultura de subsistência, os produtores encontraram na mandioca não apenas o alimento, mas uma alternativa para geração de emprego e renda. Hoje, cinco anos depois, com produção em média de mais de 500 mil toneladas de mandioca/ano e mais de 100 sacas de farinha/hectare, a região é um dos maiores produtores de mandioca da capital

A 4ª Festa da Mandioca foi realizada na Escola Municipal Riacho Azul com o objetivo de promover e fortalecer a cultura da mandioca na região. Neste ano, foram realizadas diversas atividades como a entrega de Cadastro Ambiental Rural (CAR) – instrumento fundamental para a regularização ambiental das propriedades rurais; palestras sobre a cultura e o cultivo da mandioca; e a grande atração ficou por conta dos concursos de habilidade ao manejo e manipulação da mandioca, realizados durante o evento.

Raiz de mandioca chegou a quase dois metros de comprimento.

O resultado do concurso de acordo com cada modalidade ficou com o seguinte resultado: melhor descascador de mandioca: Débora Carvalho e Raildon Oliveira (Vila Franciscana), que descascaram 13 quilos de mandioca em dois minutos. Melhor derivado de mandioca: o primeiro lugar foi para o bobó de mandioca com camarão e o segundo para o pudim de mandioca. Melhor degustador: José Gouveia, mais conhecido por Boneco (Riacho Azul), que degustou 300 gramas de mandioca em um minuto, conquistando o tricampeonato nessa modalidade. E, por fim, maior raiz de mandioca, que chegou a 180 cm, produzida pelo produtor Lourival Gomes (Riacho Azul).

O evento também coroou o rei e rainha da 4º Festa da Mandioca, sendo conquistados pelos jovens Douglas e Ana Beatriz, ambos estudantes da Escola Municipal Riacho Azul. Todos foram premiados com troféus e brindes oferecidos por patrocinadores da Festa.

Deixe uma resposta